Cadastre-se para receber novidades
Artigos » Eventos » Eventos Sub » Artigos » Certas dores das famílias - Fr...
A↑AA↓

Certas dores das famílias - Frei Almir Ribeiro Guimarães

Por: Família Missionária

Olá, meus amigos! Confesso que fiquei profundamente impressionado com a tragédia que se abateu sobre o Rio de Janeiro com a queda de três edifícios na região do Largo da Carioca. Pensei nas famílias das pessoas que lá estavam... nas vidas que foram ceifadas de maneira tão trágica. Não encontro outra palavra: tragédia. Que doloridas as cenas dos sepultamentos... quanta dor... quanta lágrima... Meu Deus!

Lá estavam esses homens simples, vigias, seguranças, pedreiros... que trabalhavam, encerravam o expediente... tomavam banho  e iriam se dirigir a central do Brasil para tomar um trem para a baixada... a mulher esperou... a comida esfriou... a cama ficou vazia... a vida se foi  na queda tonitruante de prédios com defeitos.... Tragédia... irresponsabilidade... jogo de irresponsabilidades?  Quem poderá dizer?  O certo é que as vidas não serão devolvidas...

Um mulher tinha ali um salão de beleza... as mulheres que vinham...conversavam... moças simples que precisavam ficar mais bonitas... outras mais vazias... essas vidas todas de pessoas casadas, namoradas, vaidade, mulheres vivendo com seus maridos...ou com outros que não eram seus maridos...  Não tenho informações se algumas delas morreram... Uma declaração da proprietária:  perdemos tudo, tudo, nada temos...não são entulhos que estão aí... mas nossa vida.... nossa historia ... tudo o que construímos... não temos mais nada....

E nos entulhos se  misturavam desodorantes e pentes, porta-retratos e roupas, canetas e computadores,  pedaços de braços e de mãos,  cofres dos bancos,  e vasos  flores,  calanchoes e  margaridas, retratos de fundadores de empresas e  colchões com a espuma para fora....Que desolação...

Sim, vidas,  gente que vivia em família, maridos que perdem mulher, mulheres que perdem maridos,  mães que choram os filhos, filhos que choram os pais...

E no meio de tudo... um jovem cheio de vida que é salvo porque estava no interior do elevador... Coisas curiosas...caprichos da vida...

Sim, os prédios precisam ser bem construídos, a fiscalização não pode aceitar subornos, as pessoas precisam pensar na vida das outras pessoas  e não apenas nos lucros com os  puxadinhos para cá e para lá.

Fecho meus olhos e penso no drama vivido por tantas famílias  na tragédia da queda do Edificio Liberdade e dos prédios vizinhos... e rezo pelas famílias.

Que Deus olhe por sua família e muito obrigado...


 

 

voltar

© Todos direitos reservados - Familia Missionária. design by ideia on