Cadastre-se para receber novidades
Dinâmicas para grupo » 5 Sentidos » 5 Sentidos » 5 Sentidos » O Sentido da Audição - Rosabel...
A↑AA↓

O Sentido da Audição - Rosabel De Chiaro e Sonia Biffi

Por: Família Missionária

Relembrando... O sentido da audição

O sentido da audição nos permite ultrapassar o simples “ouvir” para captar, nos diversos e variados sons, imagens, emoções e informações. Mesmo os que são privados deste sentido buscam formas de substituí-lo para participar do mundo com radiante alegria de viver. Aliás, isto acontece também com os outros sentidos, na sua falta sempre se busca substituí-los.

Permitir-se ouvir os sons é passo importante para entrar em contato com o mundo no seu todo e com o universo de cada um. É o início para a comunicação, é o receber, acolher o outro e valorizá-lo com nossa atenção.

Pelo sentido da audição identificamos e acolhemos sentimentos alheios, experimentamos sensações, desfrutamos conhecimentos e realidades. Mas todos nós sabemos que muitos ouvem apenas aquilo que querem ouvir, deixando de fora o que não querem. Ou seja, ouvem, mas não escutam, não captam a mensagem expressada.

As palavras, os sons, os ruídos têm muito a nos dizer. Por meio deles as palavras tomam forma, constroem mundos nunca vistos, recordam lembranças vividas, provocam percepções que mobilizam e revelam sentidos e emoções escondidas, situações presentes, passadas e futuras. Os sons não pedem licença, não aguardam ordens, entram, invadem nosso ser, penetram nossos espaços. Por isso, a importância do sentido da audição ser exercitado, apurado, no próprio exercício do “ouvir”.  

Dizem que o verdadeiro sábio ouve muito e fala pouco, porque ao ouvir acolhe em seu coração tudo o que o outro sente, manifesta e, assim, com serenidade, “sua razão” traça o perfil do falante e a forma de como ajudá-lo, sem falhar na sua comunicação.

Ouvir é escutar, sentindo a melodia da música que o outro quer nos dedicar. Também o mundo, uma sociedade, um grupo de pessoas, podem emitir sons que nos levam a identificar sua cultura, personalidade, valores e antivalores, riquezas e carências.

Ouvir. Saber ouvir com a mente para compreender a mensagem. Com o coração para perceber os sentimentos que encarna. Ouvir com a razão para discernir seu conteúdo, separar o joio do trigo, o mal do bem. Ouvir com a fé, que permite crer no futuro prometido e perdoar o passado realizado. Ouvir com o amor que propõe e convida a associar a mensagem ao mensageiro para compreender a revelação que ela traz. Ouvir para construir, curtir, realizar, viver e amar. (*)

“E tendo ensinado outras revelações, Jesus lhes disse: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça”. (Mt.11,14)
 

(*) Inspirado em: MICHEL, G. Aprenda a ser você mesmo e OAKLANDER, V. Descobrindo Crianças.

 Técnica de Dinâmica: “O SENTIDO DA AUDIÇÃO”

 60 minutos – indicada para casais – apropriada também para ser aplicada em família, na família e para grupos de jovens. Adequá-la a cada realidade.

Objetivo: conscientizar e promover a descoberta da importância do sentido da audição em nossa vida:

- motivar os participantes a refletir quanto à sua atenção aos sons, estímulos que os rodeiam e a importância de decifrá-los;

- ressaltando as diferenças pessoais em relação à percepção auditiva de cada um e a forma de decifrá-las.

Material: na mesa do círculo: folha de papel sulfite e caneta/lápis para todos. Aparelho de som, CD com sons variados: pássaros, mar, vento, chuva, cachoeira etc. (de fácil aquisição em lojas do ramo).

Estratégia: acomodar o grupo em círculo e convidá-los a viver uma experiência.

 

1- Solicitar aos participantes que se acomodem, sentados, de maneira confortável;

 

2- Recomendar que fiquem em silêncio, fechem os olhos e deixem os sons chegarem ao seu interior;

 

3- Ligar o som em volume médio por mais ou menos 3 minutos. Depois, baixar o volume aos poucos até desligar;

 

4- Solicitar então, que abram os olhos e, ainda em silêncio, peguem papel e caneta, disponíveis sobre a mesa e retornem a seus lugares;

 

5- Orientar para que ouçam novamente o som proposto e anotem os sons que identificaram. Tranquilizá-los para que o façam sem se preocupar com os resultados;

 

6- Colocar o CD, novamente em volume médio, por mais ou menos 3 minutos;

 

7- Na sequência, com o som ainda ligado, iniciar as colocações abaixo, dando breve espaço entre uma e outra. Dispor de mais ou menos 5 minutos para essa reflexão no seu todo:

 

· “Agora, procure tornar presente o que está acontecendo com você:

- você está se identificando com os sons? Com que facilidade você se perde em seus pensamentos? Como você se sente?”

- se deseja escrever, registrar algo, fique a vontade.

- Reduzir o som até desligar.

Em seguida, refletir com o grupo a experiência vivida e a importância do sentido da audição.

 Relacionar com o dia a dia do casal. Concluir fazendo a leitura do texto que acompanha a dinâmica: “relembrando o sentido da audição” ou solicitar que um voluntário o faça. Abrir para comentários e encerrar conforme desejar.

Do livro: Nós,  Eu e Você – Dinâmicas e Vivências para Noivos - Sonia Biffi e Rosabel De Chiaro – Paulus Editora – 2ª. Edição, 2002   

voltar

© Todos direitos reservados - Familia Missionária. design by ideia on